segunda-feira, 7 de novembro de 2016

A mão pelo caminho

A musa @clecileao me leva à #casadasrosas. Exposição #vidaobra de #Haroldodecampos. Então vai aqui, pra ela:
Entre todas as incertezas
De andar um sábado sem rumo
Está a beleza de encontrar
A mão pelo caminho
Andar sem rumo em asperezas
Mas não andar sozinho. (TG)

A mensagem da Rainha de Copas

Esperamos o carro na saída da balada, vem o mendigo, incomoda as moças sentadas na calçada, no banco ao lado. Dou a ele uns reais para tirar a atenção delas, sento novamente ao lado de @clecileao, estico as pernas e ele vem na minha direção. "Você é diferente, especial", diz. "Sabe ver o outros, terá um caminho de sucesso pela frente." Enfia o dinheiro no bolso, anunciando em voz alta o seu nome, e vai embora, desaparecendo na noite, da mesma forma que surgiu. Cleci, que pouco antes soprara na saída do casarão ao ouvido da Rainha de Copas, diz: "Você precisa parar com esses livros de história, tem de voltar à ficção, ser de novo dono do que escreve, dos seus personagens". Respiro fundo na noite em que dancei como um selvagem.
@nacasadoescritor #literatura #livraria #romance #thalesguaracy

Objetos indispensáveis para escrever

Instrumentos disponíveis na mesa de trabalho para qualquer eventualidade: cinzeiro de jade, que meu pai trouxe da Guatemala quando eu era criança e ficava no seu escritório enfumaçado de cachimbo; um soco inglês inca, que comprei na rua, em #Cuzco, aos 16 anos; a tartaruga de jade e madrepérola, que trouxe do #México, em 2006; um bichinho da sorte, que comprei na estrada de Nairobi para a reserva Masai Mara. Grampeador, cortador de papel, caixa de carimbo para lacrar envelopes com cera. Por fim, latinha de Café Crème. Como viver sem isso?#nacasadoescritor#indispensável #thalesguaracy #vemlivronovoaí